Defensora Geral e subcoordenações avaliam atuação da Defensoria no interior

Terça, 11 de Dezembro de 2012, 17h01 - última atualização: 11/12/2012 17:03
Por Manuela Damaceno DRT 0172/AM

A defensora pública geral, Célia Padilha, o coordenador executivo das Defensorias Públicas Regionais, Ricardo Carillo, e os subcoordenadores das unidades defensorias de Feira de Santana, Vitoria da Conquista, Ilhéus, Itabuna, Senhor do Bonfim e Santo Antonio de Jesus, reuniram-se ontem (10), em Ilhéus e Itabuna, para avaliarem o trabalho realizado ao longo do ano no interior do estado. Estiveram presentes ainda os defensores públicos das comarcas de Jequié e Teixeira de Freitas.

As reuniões foram estruturadas para aprimorar a atuação da Defensoria, a partir de ações baseadas nas propostas do Plano Plurianual (PPA) e planejamento estratégico da instituição. As reuniões possibilitam um olhar diferenciado para as demandas dos defensores no interior, a troca de experiências, sugestões e críticas visando o aperfeiçoamento das atividades. Ao deporem sobre a metodologia de trabalho adotada, os subcoordenadores, de forma unânime, avaliaram como positiva, já que permite mostrar à administração dificuldades enfrentadas nas comarcas, unificar procedimentos, além de integrar e fortalecer a atuação da instituição.

Entre as principais demandas apontadas estão a necessidade de mais defensores públicos, a continuidade de ações de ampliação das unidades e aumento da estrutura de pessoal. Na ocasião, a defensora pública geral agradeceu e parabenizou a atuação dos defensores públicos, apresentou desafios e avanços e ressaltou a importância das reuniões para o aperfeiçoamento das ações defensoriais. "Nós buscamos o melhor, dentro do possível, para possibilitar ao defensor uma estrutura digna e respeitável de trabalho. A nomeação de 28 defensores este ano, a aquisição de novas sedes e ampliação do quadro de servidores foram algumas de nossas conquistas e, com certeza, esses encontros serviram para compreender melhor a realidade de cada localidade", explanou Célia Padilha destacando que fortalecer a Defensoria Pública é assegurar direitos garantidos ao cidadão.

Para o defensor público que atua na comarca de Jequié, Rafson Ximenes, a aquisição da mais nova sede no município, inaugurada no último dia seis, "foi extremamente positiva, incomparavelmente melhor que a situação em que vivíamos no Fórum da cidade, onde não tinhamos ao menos uma sala para trabalhar. É um mérito da atual gestão ter conseguido vencer essa dificuldade" ressaltou ele ao reinvindicar mais servidores para auxiliarem nas atividades diárias. O defensor George Araujo, que atua em Itabuna, parabenizou a metodologia das reuniões. "É imprescindível a iniciativa, já que os defensores têm a oportunidade ímpar de externar seus anseios perante à defensora geral, à coordenação. A minha sugestão é que as reuniões tenham um tempo maior para integrarmos ainda mais". Na manhã de hoje (11) a reunião de avaliação continuou com a coordenação e os subcoordenadores, em Ilhéus.

Metodologia de Trabalho

"É gratificante ver os defensores unidos em prol de melhorias para toda a instituição", ressaltou a subcoordenadora da regional de Ilhéus, Silvia Tavares. "Os nossos pleitos hoje têm mais eco e celeridade por conta dessas reuniões. Elas refletem o nosso presente para que possamos melhorar o futuro", disse a subcoordenadora da regional de Vitória da Conquista, Josefina Marques, ao parabenizar o coordenador por ter conseguido executar esses encontros. No mesmo contexto, seguiu a subcoordenadora da regional de Feira de Santana, Sandra Risério, ao reforçar a necessidade de manter essa metodologia de trabalho em prol do interior baiano. As subcoordenadoras da regional de Senhor do Bonfim, Eva Ferreira, e Guiomar Fauaze, de Santo Antônio de Jesus, parabenizaram o trabalho da adminstração e manisfestaram orgulho ao ver a instituição seguindo sua caminhada em conjunto. "Esse é um pleito de muito tempo que a coordenação executiva conseguiu efetivar. Portanto, precisamos seguir nesse caminho de fortalecimento, enfrentando os desafios e colaborando para que a gestão possa concretizar suas ações em benefício de toda a instituição e do assistido que nos procura", salientou o subcoordenador da Regional de Itabuna, onde todos estavam reunidos na tarde de ontem.

Ao fazer um avaliação geral do trabalho, Ricardo Carillo, destaca. "Essa é uma construção coletiva, planejada. Essa troca de experiências objetivou criar voz no interior. Queremos deixar esse legado e esperamos que seja dada continuidade a essa metodologia de trabalho, já que foi possível estreitar laços entre a capital e interior, além de conscientizar de que a Defensoria é una.

As reuniões ocorreram ao longo do ano nas regionais de Feira de Santana; Santo Antônio de Jesus; Senhor do Bonfim; Vitória da Conquista; Itabuna e Ilheus, e o pleito dos subcoordenadores é que sejam estendidas também às comarcas vinculadas às regionais, a fim de conhecerem a realidade de cada cidade em que os defensores públicos atuam. Os subcoordenadores seguiram reunidos em Ilhéus na manhã de hoje (11).

Melhorias para o interior

Em Ilhéus, a defensora geral reuniu-se com os subcoordenadores e seguiu para acompanhar as obras de ampliação da regional. Atualmente, a unidade possui seis salas de atendimento e recepção. Com a ampliação passará a contar com mais cinco gabinetes, salas de reunião, informática, sala de conciliação e mediação, além de outros setores administrativos.

A mais nova sede em Jequié possui um espaço físico construido de 209 m2, com dois pavimentos, três gabinetes, sala de reunião, setores administrativos, recepção e sala de triagem, sala de informática e espaço para mediação e conciliação, onde serão desempenhadas as atividades pelos três defensores públicos que atuam no município.

Defensoria Pública do Estado - Avenida Ulisses Guimarães, nº 3.386, Edf. MultiCab Empresarial CEP - 41.219-400,  Sussuarana, Salvador/Bahia